Páginas

Assista nossos Programas

domingo, 20 de junho de 2010

Nutracêuticos são aliados na prevenção e tratamento de doenças

Alimentos funcionais e compostos bioativos auxiliam no equilíbrio do organismo

Abóbora, abacate, azeite de oliva, batata doce, brócolis, cebola, cenoura, cereais integrais. Alimentos que aparentemente apenas fazem parte da dieta do dia a dia podem oferecer também benefícios medicinais como prevenção e tratamento de doenças. São os chamados nutracêuticos.

"Eles atuam na melhora das funções digestivas, no fortalecimento da absorção de nutrientes e antioxidantes e na prevenção de diversas doenças, desde as cardiovasculares até determinados tipos de câncer", aponta a Dra. Marcella Garcez Duarte, da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN).

Segundo a médica nutróloga, os nutracêuticos incluem os alimentos funcionais e compostos bioativos como vitaminas, minerais e antioxidantes. Ela ressalta que o grande benefício dos nutracêuticos é a prevenção de doenças próprias do envelhecimento patológico. "Consumir alimentos nutracêuticos é uma das maneiras de manter um estilo de vida saudável", salienta.

Nutracêuticos e funcionais

"É importante lembrar que os alimentos nutracêuticos também podem ser chamados de alimentos funcionais", atenta a Dra. Marcella. Os nutracêuticos abrangem desde nutrientes isolados e suplementos nutricionais, até alimentos que podem ser naturais, modificados ou enriquecidos, ditos funcionais porque desempenham funções benéficas à saúde, além das básicas de nutrição do organismo.

Outros exemplos de nutracêuticos são chá verde, couve, damasco, folhas, frutas cítricas, frutas vermelhas, gergelim, linhaça, morango, nozes, peixes de água fria, pimentão, repolho, soja, tomate, uvas. Também se enquadram nessa categoria os compostos bioativos, como ômega 3, vitamina C, betacaroteno e magnésio, por exemplo.

Sobre a ABRAN

A ABRAN é uma entidade médica científica reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina. Fundada em 1973, dedica-se ao estudo de nutrientes dos alimentos, decisivos na prevenção, no diagnóstico e no tratamento da maior parte das doenças que afetam o ser humano, a maior parte de origem nutricional. Reúne 3.200 associados, entre médicos nutrólogos, cientistas, pesquisadores e profissionais na área de nutrição, que atuam no desenvolvimento e atualização científica em prol do bem estar nutricional, físico, social e mental da população.

Para contribuir ainda mais com a manutenção da saúde da sociedade brasileira, a Associação criou o Selo de Aprovação ABRAN, que atende às exigências do consumidor com relação à qualidade e segurança dos alimentos. Somente recebem o Selo de Aprovação ABRAN produtos que foram submetidos a critérios rigorosos de aprovação, encontrando-se de acordo com protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pelo Ministério de Estado da Agricultura.