Páginas

Assista nossos Programas

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Prefeitura colocará mais de 1200 "zeladores de praças" em 1000 áreas verdes de São Paulo

A cidade de São Paulo terá, até o final deste ano, cerca de 1200 zeladores para cuidarem de mais de 1000 praças. A previsão faz parte da ampliação do projeto "Zeladoria de Praças", parceria entre as secretarias municipais de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho, Verde e do Meio Ambiente e Coordenadoria das Subprefeituras, por intermédio de 16 subprefeituras.

São mais de 910 pessoas que estão sendo capacitados para assumir, após dia 31 de agosto, a revitalização das áreas verdes no município. Eles se juntam aos 364 que já se formaram no curso de jardineiro e mantêm as praças limpas, cuidam da vegetação, fazem pequenos reparos, melhoram o visual paisagístico e dão condições de uso para os moradores próximos às praças na cidade.

O Projeto foi iniciado em 2008 para melhorar a manutenção das áreas verdes, criando a figura do zelador. Essas pessoas são trabalhadores desempregados e moradores do entorno das praças e das áreas verdes selecionadas para cuidar de limpeza e manutenção cotidiana da vegetação desses espaços públicos. Essas características permitem melhor conhecimento dos problemas que afetam a área, facilita o acesso e a interlocução com os usuários e a população local e garante a oferta de área de lazer com plenas condições de uso, para o cidadão.

Cada zelador é responsável pela manutenção de área com cerca de 5.000m². Praças grandes contam com número maior de zeladores e as pequenas formam um conjunto, a ser mantido por uma única pessoa.

Os "zeladores de praças" recebem, pela participação no Projeto durante 6 horas diárias, auxílio mensal de R$ 408, auxílio deslocamento de R$ 86,70 e auxílio alimentação de R$ 40,80, totalizando R$ 535,50. A permanência no Projeto poderá ser de até 24 meses.

Atualmente há zeladores nas subprefeituras de Cidade Tiradentes, São Mateus, Perus. Pirituba, Itaim Paulista e Jabaquara. A ampliação incluirá obras de revitalização nas praças e canteiros de grandes avenidas e plantio de forrações coloridas e flores em 14 subprefeituras: Butantã, Cidade Tiradentes, Itaim Paulista, Jabaquara, Lapa, Penha, Perus, Pinheiros, Santo Amaro, São Miguel Paulista, Sé, Vila Maria, Vila Mariana e Vila Prudente.

Dentre os 910 novos zeladores, 371 iniciaram no Projeto no dia 5 de julho participando do Curso de Jardinagem com foco em manutenção. Está prevista a inserção de 298 zeladores em 2 de agosto, 37 em 16 de agosto e os demais, 272 em 30 de agosto.

Programa Operação Trabalho - Os zeladores de praças são selecionados dentre as pessoas desempregadas moradoras da região, preferencialmente do entorno das praças por meio do POT- Programa Operação Trabalho, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho. A participação do "zelador" no Projeto tem por objetivo capacitá-lo para o mercado de trabalho, criando perspectivas para sua reinserção social e a melhoria de sua qualidade de vida.

O POT é um programa social que oferece oportunidade de qualificação profissional para desempregados com baixa escolaridade, por meio de ações municipais integradas e articuladas com diversas parcerias do poder público municipal e com a sociedade civil. Os beneficiários desenvolvem atividades teóricas e práticas e o tempo de permanência varia de acordo com o projeto, não podendo ultrapassar 24 meses.