Páginas

Assista nossos Programas

domingo, 12 de setembro de 2010

OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA DAS ESCOLAS PÚBLICAS

No dia 11 de setembro, próximo sábado, às 14h30, horário de Brasília, serão realizadas as provas da 2ª Fase da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas 2010, em mais de 8.000 mil Centros de Aplicação distribuídos em mais de 5.300 municípios brasileiros. Os alunos são divididos em três níveis de participação, quais sejam: nível 1: estudantes de 5ª e 6ª séries (6º e 7º anos) do Ensino Fundamental; nível 2: estudantes de 7ª e 8ª séries (8º e 9º anos) do Ensino Fundamental; e nível 3: estudantes do Ensino Médio.
Participarão da 2ª fase 860 mil alunos selecionados (5% com melhor classificação) dentre os 19.650 milhões – cerca de 10% da população brasileira - que participaram da 1ª Fase, cujas provas aconteceram no dia 8 de junho, envolvendo em torno de 44 mil escolas de todo o país. A divulgação dos resultados da 1a Fase, dentro do calendário previsto, só foi possível graças ao trabalho voluntário de milhares de professores das escolas participantes, que corrigiram mais de 19 milhões de provas em apenas 14 dias.
Da 2ª Fase sairão os alunos, professores, escolas e secretarias de educação premiadas, que serão conhecidos no dia 26 de novembro de 2010. O objetivo principal da OBMEP é estimular o estudo da Matemática por meio da resolução de problemas motivantes, que despertem o interesse e a curiosidade de professores e estudantes.
2ª fase
As provas serão aplicadas em centros de aplicação indicados pela Coordenação da OBMEP, sendo que os locais das provas também são divulgados no site da OBMEP (www.obmep.org.br). Nesta fase, a prova tem duração de três horas para os três níveis. Serão seis questões dissertativas, e os alunos devem explicar e exibir os cálculos, bem como o raciocínio empregado.

As provas serão corrigidas, em suas regiões de origem, por comitês escolhidos pelas coordenações regionais da OBMEP. Estes comitês são compostos por professores de matemática, em sua maioria universitários e muitos com experiência na correção de provas de Olimpíadas. Após ser traçada uma nota de corte, parte das provas é recorrigida em uma correção nacional, unificada, de onde são estabelecidos os premiados.

Premiação
A lista dos premiados será divulgada em 26 de novembro de 2010, sendo que os critérios para as premiações são detalhados no Regulamento da OBMEP, disponível no site http://www.obmep.org.br/.
Serão premiados 500 alunos com medalhas de ouro; 900 com medalhas de prata;e 1.800 com medalhas de bronze. Além disso, serão concedidos Certificados de Menção Honrosa a até 30.000 alunos. Também serão premiados 127 professores dentre os que obtiverem o maior número de pontos, conforme o regulamento. Os prêmios serão uma placa de homenagem e uma coleção de livros escolhida pela Direção Acadêmica da OBMEP.
Serão premiadas, ainda, 100 (cem) escolas. Serão concedidos um kit de material esportivo, e livros/vídeos para a composição de uma biblioteca básica em Matemática e Ciências, às escolas municipais ou estaduais, selecionadas a partir dos seguintes critérios: 81 escolas municipais ou estaduais (três para cada UF) que alcançarem o maior número de pontos em suas respectivas Ufs; 19 escolas que obtiverem a maior pontuação nacional dentre as municipais e estaduais, independentemente da UF. Vale lembrar que o prêmio não será concedido caso a escola premiada na OBMEP 2010 tenha sido premiada em alguma outra edição a partir da OBMEP 2006. Neste caso, ela receberá um troféu alusivo à sua premiação.
Serão concedidos, em cada UF, troféus às duas secretarias municipais que obtiverem maior pontuação em sua respectiva UF, totalizando 52 secretarias municipais. Finalizando a premiação da OBMEP 2010, serão concedidos troféus às cinco secretarias estaduais de educação (1 por cada região geográfica) que obtiverem maior pontuação em sua região geográfica (Norte, Nordeste, Sul, Sudeste e Centro-Oeste). A premiação das Secretarias de Educação está relacionada à pontuação das suas respectivas escolas municipais e estaduais inscritas na 2ª Fase da OBMEP.

Sobre a OBMEP
A OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA DAS ESCOLAS PÚBLICAS (OBMEP) é um projeto que vem criando um ambiente estimulante para o estudo da Matemática entre alunos e professores de todo o país.

Voltada para a escola pública, seus estudantes e professores, a OBMEP tem o compromisso de afirmar a excelência como valor maior no ensino público. Suas atividades vêm mostrando a importância da Matemática para o futuro dos jovens e para o desenvolvimento do Brasil.

Com sua primeira edição em 2005, a OBMEP vem crescendo a cada ano – confira em http://www.obmep.org.br/obmep_em_numeros.html. Em 2009, mais de 19 milhões de alunos se inscreveram na competição e cerca de 99% dos municípios brasileiros estiveram representados. Os sucessivos recordes de participação fazem da OBMEP a maior Olimpíada de Matemática do mundo.
Fases da OBMEP
1ª Fase: Aplicação da prova objetiva, de 20 questões, em cada escola inscrita. A correção é feita pelos professores das próprias escolas, a partir das instruções e gabaritos elaborados pela OBMEP.

2ª Fase: Aplicação da prova discursiva (com 6 a 8 questões) em centros de aplicação indicados pela OBMEP. Participam dessa Fase apenas 5% dos alunos, em cada Nível, com melhor pontuação na 1ª Fase.

Níveis de participação
Podem participar da OBMEP todos os alunos inscritos em escolas públicas brasileiras (municipais, estaduais e federais) podem participar. Mas a inscrição não é individual e sim feita pelas escolas.

As escolas devem indicar, no momento da inscrição, quantos alunos irão participar da 1ª Fase da OBMEP, de acordo com os níveis de participação abaixo:

Nível 1 – estudantes de 5ª e 6ª séries (6º e 7º anos) do Ensino Fundamental
Nível 2 – estudantes de 7ª e 8ª séries (8º e 9º anos) do Ensino Fundamental
Nível 3 – estudantes do Ensino Médio

Os alunos da educação de jovens e adultos (EJA) dos anos finais do Ensino Fundamental, 5ª e 6ª (6º e 7º ano) e 7ª e 8ª séries (8º e 9º anos), devem ser inscritos, respectivamente, para as provas dos níveis 1 e 2. Os de Ensino Médio, para a prova de Nível 3.

Realizações
Dentre as realizações da OBMEP destacam-se:
· a produção e distribuição de material didático de qualidade, também disponível neste site;
· o Estágio dos Professores Premiados, um momento de reconhecimento à competência e dedicação desses profissionais em um ambiente de estudo estimulante e enriquecedor. Realizada nas edições 2005-06-07-08 da OBMEP, a atividade passa por uma reformulação e um novo modelo deverá ser implementado nos próximos anos;

- o Programa de Iniciação Científica Jr. (PIC), para os medalhistas da OBMEP estudarem Matemática por 1 ano, com bolsa de estudos do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq);

· o Programa de Iniciação Científica – Mestrado (PICME), para medalhistas da OBMEP que estejam cursando graduação com bolsas do CNPq (IC) e CAPES (Mestrado);

· a Preparação Especial para Competições Internacionais (PECI). Direcionada a aproximadamente 30 medalhistas de ouro selecionados pela excepcionalidade de seus talentos para a matemática, esta atividade visa prepará-los para participação de competições internacionais na área;

· a mobilização de Coordenadores Regionais para a realização de atividades como seminários com professores, cerimônias de premiação e encontros com diretores de escolas;

· os encontros dos Medalhistas de Ouro da OBMEP, uma semana com muita Matemática e diversão, e uma ótima oportunidade para fazer amigos que também gostam de Matemática.



Como saber se há escolas e alunos de sua cidade participantes deste segunda fase da OBMEP 2010?
Clicando no banner principal do site da OBMEP (http://www.obmep.org.br/mapa_2afase_content.html), você vê um mapa. Aí é só clicar na UF e no município desejados para ver a lista das escolas. Em cada escola que clicar, você poderá ver onde os alunos classificados farão a prova neste sábado (11/09).

Informações sobre a OBMEP podem ser obtidas pelo site http://www.obmep.org.br/  ou pelo telefone (21) 2529-5084 (OBMEP - Central).