Páginas

Assista nossos Programas

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Prêmio “O Melhor da Arquitetura 2010”

Os vencedores foram escolhidos por um júri de nove profissionais renomados, além de terem recebido cerca de 26 mil votos do público pela internet


A cerimônia de entrega do prêmio “O Melhor da Arquitetura 2010”, promovido pela revista ARQUITETURA & CONSTRUÇÃO, da Editora Abril, será realizada no dia 20 de outubro, no Memorial da América Latina, às 20h. Na data, o público conhecerá os vencedores em 11 categorias e subcategorias divididas em: Intervenção Urbana; Retrofit; Edifícios Institucionais nas Áreas de Educação, Cultura, Saúde e Lazer; Edifícios Comerciais ou de Escritórios limitados a até 4 pavimentos ou 500 m²; Edifícios Comerciais ou de Escritórios acima de 4 pavimentos ou 500 m²; Escritórios (instalações e interiores); Hotelaria (hotéis e resorts); Bares e Casas Noturnas; Restaurantes; Lojas e Showrooms; Condomínios Residenciais Unifamiliares Horizontais ou Verticais limitados a até 5 pavimentos ou 3 000 m²; Condomínios Residenciais Unifamiliares Horizontais ou Verticais acima de 5 pavimentos ou 3 000 m²; Residencial, cidade - até 200m2; de 200 a 500 m2; Residencial, praia, campo - acima de 500 m2.

Criado em 2008, quando a publicação completou 21 anos, o prêmio tem como objetivo destacar a criatividade dos profissionais, os projetos inovadores, as soluções sustentáveis, os aspectos técnicos e estéticos, além de mostrar ao leitor as tendências em arquitetura e urbanismo que promovem a qualidade de vida nos espaços públicos, ambientes de trabalho, espaços comerciais e residenciais. Em 2010, foram 340 projetos efetivamente inscritos, recorde em relação à segunda edição, que contou com 296 trabalhos. Além dos nove jurados, selecionados entre profissionais, professores, críticos e formadores de opinião, o público também participou da votação. Cerca de 26 mil internautas votaram nos 64 finalistas, entre 9 de agosto e 22 de setembro.

Este ano, a comissão julgadora foi composta por André Corrêa do Lago, diplomata e um dos mais respeitados críticos de arquitetura do Brasil; Rosa Artigas, historiadora e professora de História da Arquitetura na Escola da Cidade; Thomaz Souto Corrêa, jornalista e vice- presidente do Conselho Editorial da Editora Abril; Cristiano Mascaro, arquiteto e fotógrafo especializado em arquitetura; Marisa Moreira Salles, editora-chefe e designer gráfica da Bei Editora;

Alessandro Castroviejo, arquiteto e professor de Projeto da Universidade Mackenzie, Giancarlo Latarroca, diretor técnico do Museu da Casa Brasileira, Cristiane Corrêa, arquiteta e diretora da C4 editora, e Lívia Pedreira, diretora da revista Arquitetura & Construção.

O jornalista e vice- presidente do Conselho Editorial da Editora Abril, Thomaz Souto Corrêa, enfatiza que a premiação ressalta o papel da revista Arquitetura & Construção não só na divulgação dos trabalhos de arquitetos consolidados no mercado, como também na abertura de oportunidades para os jovens talentos.

Já o arquiteto Alessandro Castroviejo, que participa pela terceira vez do corpo de jurados, destaca três aspectos relevantes em relação à premiação: “Primeiro, o caráter plural dos jurados - não restrito à categoria dos arquitetos; segundo, o resultado das premiações propriamente ditas - que têm contemplados trabalhos de enorme qualidade; e terceiro, a produção corrente da arquitetura brasileira, plena de obras de enorme pertinência e correção, que atualizam sob determinadas miradas o fazer arquitetônico contemporâneo”.

A arquiteta Cristiane Corrêa ressalta que foi extremamente gratificante participar de uma premiação tão plural e abrangente como o prêmio “O Melhor da Arquitetura”. “O fato de ser promovido por uma instituição independente de entidades co-relacionadas permite melhor amostragem do que vem sendo produzido em termos de arquitetura pelo país. É estimulante perceber soluções representando o trabalho de profissionais já consagrados conjuntamente com profissionais que estão iniciando sua trajetória”.

A historiadora Rosa Artigas afirma que o prêmio está cada vez mais abrangente e interessante. “Foi muito gratificante integrar a comissão julgadora desta edição de 2010 que possibilitou, mais uma vez, despertar do interesse e divulgar a produção da arquitetura brasileira contemporânea”.

Para Lívia Pedreira, diretora de redação da revista, a terceira edição do prêmio mostra uma arquitetura vigorosa, competente e capaz de competir no cenário internacional.

Vale destacar que nesta edição também haverá uma exposição dos projetos finalistas, que será realizada no Museu da Casa Brasileira, em São Paulo, entre 26 de outubro e 21 de novembro. “A exposição reafirma nosso compromisso em ampliar o espaço de discussão sobre a arquitetura, além de divulgar trabalhos relevantes que, certamente, contribuem para melhorar a qualidade de vida nas cidades”, explica Livia.
A seleção dos trabalhos obedeceu a um cronograma. Em junho, foi feita a seleção da equipe de redação, que conferiu se os trabalhos estavam dentro das exigências do regulamento. Depois, no início de agosto, foram escolhidos 3 ou 4 finalistas em cada categoria ou subcategoria. Em seguida, os finalistas entregaram o material completo para a publicação no hotsite (http://www.casa.com.br/arquitetura/premio2010), a fim de dar início à votação do público, entre os dias 9 de agosto e 22 de setembro. Os cerca de 26 mil votos da Internet, convertidos em nota, valeram pontos nos critérios de avaliação adotados pela comissão julgadora durante a escolha dos vencedores.

Prêmio “O Melhor da Arquitetura 2010”
Entrega dos prêmios : 20 de outubro de 2010
Local: Memorial da América Latina (av. Auro Soares de Moura Andrade, 664)
Horário: 20h
Informações: http://www.casa.com.br/arquitetura/premio2010