Páginas

Assista nossos Programas

sábado, 8 de janeiro de 2011

Remoção de árvores prejudiciais ganha agilidade em São Paulo

A Secretaria de Coordenação das Subprefeituras está agilizando o procedimento para intervenções em árvores que podem causar futuros danos à população. A medida é preventiva e visa a agilizar a remoção de 12 espécies cujos problemas podem ser antecipados por meio da avaliação técnica dos engenheiros-agrônomos das subprefeituras.

Com a nova regra é possível fazer a remoção da árvore baseada na identificação de um risco futuro que ela possa apresentar.

As espécies são as classificadas pela Secretaria do Verde e do Meio Ambiente na Lista Oficial de Espécies Vegetais Exóticas Invasoras do Município de São Paulo. O trabalho será realizado rotineiramente e, antes da remoção, as árvores passarão por uma criteriosa avaliação técnica. As que estiverem em boas condições serão mantidas no local, sem oferecer risco. Para esse trabalho, todas as subprefeituras contam com pelo menos um engenheiro-agrônomo capacitado para o diagnóstico preventivo.

Vila Maria/Vila Guilherme

Em 2010, foram removidas aproximadamente 460 árvores que apresentavam riscos à região, enquanto outras 25 precisaram ser transplantadas, pois o local onde estavam não se adequava a seu desenvolvimento. Além disso, cerca de 2.500 árvores receberam serviços de poda e conservação em 2010.

Para solicitar a avaliação do engenheiro-agrônomo da subprefeitura que determinará o serviço a ser executado na árvore, basta oficializar o pedido por meio do telefone 156, pelo site ou, pessoalmente, na Praça de Atendimento, na rua General Mendes, 111, na Vila Maria Alta.