Páginas

Assista nossos Programas

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Guarda Ambiental do Jaçanã flagra descarte irregular de entulho em área de proteção

Em ronda na avenida Coronel Sezefredo Fagundes, altura do nº 7.555, a Guarda Ambiental do Jaçanã avistou um caminhão caçamba, da empresa Jumbolix Coleta de Resíduos Materiais para Reciclagem, prestes a despejar entulho em uma chácara. A Guarda abordou o motorista, que disse ter alugado o terreno para realizar transbordo - quando é descartado o entulho e feito triagem para o destino correto. O proprietário não tinha autorização da Prefeitura.
Além disso, no local há um curso de água limpa que está sendo obstruído por conta de entulhos que já haviam sido descartados. Os resíduos sólidos podem contaminar o solo.
O motorista foi conduzido para o 1º DP, especializado em crimes ambientais, onde foi elaborado o boletim de ocorrência de acordo com o artigo 40, da Lei nº 9.605. Foi instaurado um inquérito pela Polícia Civil. Um agente vistor da Limpurb e um especialista da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente também foram acionados.

Defesa das Águas
A proteção ambiental é um dos programas prioritários da Guarda Civil Metropolitana, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Segurança Urbana. A ação compreende os objetivos da Operação Defesa das Águas, um conjunto de medidas para preservar e recuperar as áreas de mananciais, resultado de um convênio assinado entre o Estado e o Município. É uma das experiências mais significativas, de gestão integrada, na defesa dos mananciais e questões ambientais dos últimos tempos.

Guarda Ambiental
A corporação foi criada em 2007 para apoiar a Operação Defesa das Águas. Começou com 90 homens e atualmente conta com 392, que atuam na proteção ambiental e fazem rondas diárias nos perímetros prioritários, proibidos para construções. Para isso, utilizam viaturas, motos e vôos de helicóptero, junto com fiscais da Secretaria do Verde e Meio Ambiente e das subprefeituras.